Prefeitura realiza trabalho de combate a escorpiões em Luís Eduardo Magalhães

23/11/2018

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através da Secretaria Municipal de Saúde e em parceria com o Núcleo Regional de Saúde do Oeste (NRS), realizaram na manhã e tarde desta quarta-feira (21), um trabalho de combate, prevenção e investigação sobre os casos de aparecimento de escorpiões nos bairros Cidade Alta e Tropical Ville II.

De acordo com a Diretoria de Vigilância em Saúde, terrenos abandonados com mato e restos de construção são potenciais criadouros ou refúgios para escorpiões, além de cobras e aranhas. Por isso, a orientação é para que a população não jogue restos de entulho e lixo nesses locais, para evitar a proliferação.

“Os escorpiões são mais ativos no período noturno e aparecem mais nos meses quentes e úmidos do ano. É neste período que eles encontram maior abundância de alimento, sobretudo, baratas e outros insetos atraídos por lixo e alimentos expostos e mal acondicionados” comentou a Coordenadora de Controle de Endemias, Cristina Barreto.

A Secretaria de Saúde também esclarece a população que o controle químico (uso de pesticidas) não é eficaz como medida de combate aos escorpiões. A aplicação de pesticidas pode apenas desalojar os escorpiões, afugentando-os para o interior das residências, o que aumenta a possibilidade de acidentes.

“Por esse motivo devemos priorizar a eliminação de condições que ofereçam abrigo e alimento a estes animais”, explicou Barreto. “Manter os lotes limpos, além de contribuir para o não aparecimento de mais animais peçonhentos, também evita as doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, a exemplo da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus” alertou Barreto.

Os animais encontrados pelos agentes de combate às endemias e pela equipe da DIRES foram capturados e encaminhados para Barreiras para a verificação do gênero e da espécie dos mesmos. Durante a procura e captura dos escorpiões, os agentes orientaram os moradores sobre a importância de manter os lotes limpos e sem acúmulo de entulhos.

Outras recomendações são: manter armários, mesas, camas e outros móveis afastados pelo menos um palmo das paredes; verificar roupa de cama antes de usá-las, além de roupas e sapatos, antes de vesti-los; vasculhar frestas em rodapés e paredes e providenciar o reparo, se houver; usar tampa ‘abre e fecha’ ou outra cobertura para manter ralos tapados quando não estiverem em uso; manter gramados bem aparados; ao entardecer, utilizar ‘cobrinhas de pano’ ou rodinhos em frestas de portas.

Nos casos de aparecimento de escorpiões – mesmo quando não há ocorrência de picadas – a população deve entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do telefone (77) 3628 3099.

  • Compartilhe: