Prefeitura faz o dever de casa: Oziel visita as obras de nova escola no Vista Alegre

07/02/2019

A educação no município de Luís Eduardo Magalhães vem ganhando importantes posições no ranking da qualidade de ensino estadual, nos últimos dois anos. Reflexo da determinação da gestão que prioriza a pasta, trabalhando para que gerações sejam formadas em igualdade de oportunidades de ensino frente a qualquer outra cidade da região e quiçá muito em breve, do país.

Para atingir este objetivo, dentre outras ações, o prefeito Oziel Oliveira investe mais uma vez na construção de novas unidades escolares, não apenas para acomodar melhor os luiseduardenses em idade escolar e criar melhores condições de trabalho para os professores da rede, mas para garantir que no futuro, nenhuma criança fique fora da sala de aula.

Na manhã desta quarta-feira (06), antes de ir para o gabinete despachar normalmente, Oziel foi ver de perto como está o andamento de uma das obras de construção de escolas, a unidade do bairro Vista Alegre, com capacidade para 720 alunos que serão distribuídos em 6 salas de aula que funcionarão nos 3 turnos. O custo da obra está estimado em R$ 2,6 milhões e os recursos provêm de um convênio da Prefeitura com a Caixa Econômica Federal.

“Este é um tipo de construção que sempre me emociona. Aqui não está sendo construído um simples prédio. Isso aqui é uma fábrica de esperança, de onde sairão meninos e meninas capazes de buscar a realização de seus próprios sonhos, bem como de suas famílias. Construir escolas é como edificar pontes para o futuro”. Disse o prefeito.
Além da unidade do Vista Alegre, com previsão de funcionamento já para o próximo ano letivo, outra escola encontra-se em fase de construção, a unidade do Sol do Cerrado, com capacidade e estrutura ainda maiores.

É importante salientar que os convênios que permitem a realização dessas e de tantas outras obras só puderam ser celebrados graças ao planejamento da gestão e à priorização de utilização dos recursos públicos, que criaram condições de saneamento de dívidas do município, geradas entre 2008 e 2016. A negativação do município junto às fontes de recurso impedia o mesmo de acessar qualquer linha de crédito. Problema resolvido, agora é hora de trabalhar!

VOCAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO
A priorização da educação apesar de importante para a construção das sociedades, não pode ser imposta a nenhuma gestão. É uma questão vocacional. As administrações anteriores do gestor atual foram marcadas pelo empreendedorismo, pelo estímulo ao crescimento do município e, sobretudo, pela priorização da educação. Haja vista que entre os anos 2000 e 2008 o município ganhou 16 unidades escolares. Na gestão atual duas estão em construção. Novos investimentos em reformas e ampliações continuam sendo feitos. Programas de atração de unidades de ensino superior também seguem a todo vapor. Não é à toa que já podemos ouvir (e nos orgulhar) por aí, que Luís Eduardo Magalhães está se transformando no novo polo educacional do oeste baiano.

  • Compartilhe: