Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães Realizou Mais de 4500 Procedimentos Cirúrgicos Em 2018

08/02/2019

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães avança na atenção à saúde da população com planejamento, reorganização dos setores, medidas estruturantes e parcerias de sucesso com o Governo do Estado. Exemplo disso são os mais de 4.500 procedimentos cirúrgicos realizados em 2018.

De acordo com o Departamento de Controle e Avaliação (DPCA), somente no ano passado, o Hospital e Maternidade Dr. Gileno de Sá Oliveira realizou 1.578
partos normais e cesáreas e ainda nesta mesma unidade, foram realizadas 1.248 cirurgias eletivas e de urgência.

“Cirurgias para a cura da hérnia abdominal, fraturas e luxações; remoção da vesícula biliar, do apêndice, do útero e de hemorroidas; remoção total ou parcial da glândula tireoide e das mamas, retirada cirúrgica de um dos rins, cirurgias plásticas (não estéticas), oftalmológicas e pediátricas são alguns dos procedimentos que realizamos no Hospital e Maternidade Dr. Gileno de Sá Oliveira”, explicou o secretário de Saúde, Felipe Melhem.

Além das cirurgias realizadas na rede municipal de saúde, a gestão também encaminhou 1.441 pessoas para o Tratamento Fora do Domicílio (TFD). Esses pacientes foram encaminhados pela Secretaria de Saúde para realizarem os procedimentos cirúrgicos nas regionais de saúde, localizadas em Salvador, Vitória da Conquista e Lauro de Freitas. Onde além da Secretaria de Saúde realizar o encaminhamento dos pacientes, também presta todo o suporte com ajuda de custo, transporte e estadia para pacientes e acompanhantes.

Ainda segundo o secretário da pasta, 2018 foi um ano muito positivo para a saúde de Luís Eduardo Magalhães e uma das ações de destaque foi o trabalho para diminuir as filas para cirurgias eletivas. “Conseguimos aumentar a oferta de cirurgias eletivas graças ao planejamento e empenho da Secretaria de Saúde e de parcerias bem sucedidas com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, a exemplo dos mutirões. Entre maio e junho nós realizamos 506 através desse tipo de atendimento”, concluiu o secretário.

  • Compartilhe: