CRAS COMEMORA DIA MUNDIAL DO LIVRO INCENTIVANDO A LEITURA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

O Dia Mundial do Livro, comemorado em 23 de abril, proporcionou a 263 crianças e adolescentes assistidos pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Luís Eduardo Magalhães, momentos de alegria e conhecimento durante esta semana. A ideia surgiu após o Cras ser agraciado com a doação de 100 livros da Rede do Bem.

Segundo a orientadora social do Cras, Maria José Fagundes, o resultado tem sido satisfatório e rápido. “Está sendo principalmente para as crianças e jovens envolvidos nessa iniciativa. Eles já compartilham as histórias lidas, o que reforça a interação entre eles dentro e fora daqui”, explicou.

A orientadora social afirma que, independente da ação feita no período em que se comemora o Dia Mundial do Livro, a cada semana um tema específico é escolhido para desenvolver atividade junto aos grupos. O desta semana é focado nos valores humanos.

A coordenadora do Cras, Celeste Rocha, também avalia como positivo projeto de incentivo à leitura. “Algumas crianças e alguns jovens já estão pedindo livros para lerem em casa e isso já um retorno desta nossa iniciativa. Alguns já leram todos”, comemorou.

Outras atividades

As crianças e os adolescentes, com idades entre seis e 17 anos, são divididos em grupos etários e em oficinas socioeducativas. Porém, a abrangência das ações desenvolvidas no Cras atinge grupos bem mais amplos. São aulas de ballet, hip hop, capoeira, teatro, futsal, informática e muay thay.

“Atendemos de forma prioritária, as famílias de crianças e jovens que são referenciados do Cras. Um dos nossos destaques é o grupo de idosos da turma de teatro. Eles são comprometidos e têm uma energia fora do comum. Destacamos também o programa Mãe e Filho com Amor, voltado para gestantes”, frisou a coordenadora.

Outro serviço prestado pelo Cras que tem uma procura muito boa, segundo informou a equipe de coordenação, é a emissão da Carteira do Idoso. O documento é emitido no momento da solicitação.